Acompanhamento Terapêutico

O acompanhamento terapêutico é realizado por um profissional que pretende proporcionar a diminuição do sofrimento psíquico de seus pacientes através de projetos terapêuticos que visam a autonomia, o estabelecimento de laços sociais, a circulação na cidade e  a possível inserção em ambientes de trabalho, educação, lazer e saúde. 

O trabalho do acompanhante terapêutico é solicitado quando o paciente apresenta grave sofrimento psíquico, muitas vezes sequer conseguindo acessar outros tratamentos. Geralmente os primeiros contatos são feitos na residência do paciente, uma vez que tais pessoas podem apresentar dificuldades em sair de casa;  a partir dos primeiros contatos, busca-se uma aproximação para que gradativamente possam ser restabelecidos vínculos e  possibilidades de inserção social. Nesse sentido, são diversos os lugares em que o acompanhamento ocorre, como parques, museus, escolas, shoppings, hospitais e etc.

O acompanhamento terapêutico é indicado para:

–  Crianças  com alterações importantes de comportamento, prejuízos na interação social, transtornos do desenvolvimento, seja no contexto da vida cotidiana ou em projetos de inclusão escolar.

–  Adolescentes apresentando estados de intenso retraimento, fobias, reclusão, agressividade, uso de drogas e etc.

–  Adultos com transtornos mentais que apresentam restrições afetivas e sociais.

– Idosos com quadros de depressão, desvitalização, lutos, sequelas orgânicas e etc.

Deixe uma resposta