Posts filed under clínica

These are the posts filed under "clínica".

– À querida Silvana Rabello

Neste fim de semana, perdemos uma pessoa muito querida. Silvana Rabello, além de ser  uma referência no meio psicanalítico e

– Pesquisa de Harvard examina do que dependem a saúde e a felicidade

As pesquisas de cunho positivista tendem a recortar uma problemática e avaliá-la em um curto espaço de tempo. Essas pesquisas

– Homenagem a Manoel Tosta Berlinck (27/05 no CEP).

No meio acadêmico, Manoel Berlinck era muito conhecido,  mas talvez a maioria de vocês nunca tenha ouvido falar dele. Seu

– A Psicologia do Consumidor e suas implicações (por Gabriel Maschião da Costa)

A cada momento que precisamos adquirir um produto, temos muitas escolhas possíveis. A quantidade de anúncios e propagandas aos quais

– Quando acaba um Acompanhamento Terapêutico ?

O acompanhamento terapêutico (A.T.) surge como dispositivo clínico no Brasil na esteira da reforma psiquiátrica. De início chamados de “auxiliares

– A Saúde Mental no Hospital Geral: os desafios da clínica ampliada (por Bruno Bengel)

  Quando ficamos doentes, experimentamos uma condição existencial incômoda. O corpo impõe seus limites e expõe nossa vulnerabilidade orgânica, acarretando modos de

– É carnaval – e daí?

O Carnaval coloca para a sociedade uma espécie de imperativo: é o momento de ser feliz, de não trabalhar, de

– A ‘Deepweb’ e o inconsciente freudiano

Talvez você já tenha escutado adolescentes ou pessoas particularmente interessadas no mundo da internet comentarem a respeito de uma tal

– Open Dialogue approach: um novo modelo de tratamento para a psicose

  Desde os anos 1940 e 50, o tratamento a pacientes em grave sofrimento psíquico, em especial psicóticos, vem desenvolvendo-se

– O (des)conforto do silêncio (por Lilia Standerski)

“Sabemos muito mais do que podemos falar, entretanto quase chegamos a acreditar que o que falamos é tudo o que

– Precisamos falar sobre os nomes dos remédios psiquiátricos.

Quem quer ter sucesso em vendas, sabe que uma das armas mais poderosas é dar ao seu produto um nome que

– A Ritalina e o “doping” dos vestibulandos

Quem convive ou atende adolescentes em fase de vestibular já sabe bem o clima que se estabelece nesta época do

– O papel do olfato no desenvolvimento da civilização.

De todos os sentidos, o olfato provavelmente seja o menos falado, discutido e retratado, tanto no meio científico quanto no

– “Memórias de um Doente dos Nervos” (livro)

No início do séc XX, sujeitos excêntricos eram constantemente vigiados pelos olhos de uma sociedade altamente moralista e tradicional. Muitas

– Paixões alegres e tristes de Espinosa: um indício terapêutico?

Espinosa definia paixões como a afeccção que um corpo sofre por outro corpo. Mais precisamente, a modificação que um corpo