clínica

– À querida Silvana Rabello

Neste fim de semana, perdemos uma pessoa muito querida. Silvana Rabello, além de ser  uma referência no meio psicanalítico e clínico, tinha uma grande importância em nossa história; tanto de nós, do Conexões Clínicas, como de outros colegas da psicologia. Me lembro bem quando tivemos nosso primeiro contato, quando ela apareceu para dar o último…

Read More

– Pesquisa de Harvard examina do que dependem a saúde e a felicidade

As pesquisas de cunho positivista tendem a recortar uma problemática e avaliá-la em um curto espaço de tempo. Essas pesquisas são hegemônicas no mundo ocidental pois são metodologicamente acessíveis e não necessariamente custosas para serem financiadas. De quebra, tem ampla aceitação midiática. Uma revista lança uma reportagem: “a ciência finalmente descobre que o ovo é…

Read More

– Homenagem a Manoel Tosta Berlinck (27/05 no CEP).

No meio acadêmico, Manoel Berlinck era muito conhecido,  mas talvez a maioria de vocês nunca tenha ouvido falar dele. Seu currículo é extenso, com destaque para seu importante papel na sociologia como professor na Unicamp e FGV,  e na psicanálise como clínico e cofundador – ao lado de Pierre Fedida – de uma grande área…

Read More

– A Psicologia do Consumidor e suas implicações (por Gabriel Maschião da Costa)

A cada momento que precisamos adquirir um produto, temos muitas escolhas possíveis. A quantidade de anúncios e propagandas aos quais somos expostos diariamente é enorme. Se hoje há um comportamento altamente incitado, tanto pela esfera pública quanto pela esfera privada, é o comportamento de consumo. Diante de uma variedade enorme de opções, racionalizar sobre todas…

Read More

– Quando acaba um Acompanhamento Terapêutico ?

O acompanhamento terapêutico (A.T.) surge como dispositivo clínico no Brasil na esteira da reforma psiquiátrica. De início chamados de “auxiliares psiquiátricos”, tratavam majoritariamente de pacientes psicóticos crônicos, e foram figuras importantes no processo do fechamento das instituições psiquiátricas e na criação de um novo sistema básico de atenção em saúde mental. Passados quase 40 anos,…

Read More

– A Saúde Mental no Hospital Geral: os desafios da clínica ampliada (por Bruno Bengel)

  Quando ficamos doentes, experimentamos uma condição existencial incômoda. O corpo impõe seus limites e expõe nossa vulnerabilidade orgânica, acarretando modos de subjetivação singulares. Contudo, essa experiência é comum à todos nós, pois ninguém deixa de adoecer. A busca pela restituição do estado normal pode se dar de diferentes formas nos dias de hoje, mas a procura por atendimento médico…

Read More

– É carnaval – e daí?

O Carnaval coloca para a sociedade uma espécie de imperativo: é o momento de ser feliz, de não trabalhar, de ir viajar ou de ficar em casa, ter algum tempo digno em quantidade. Quer você goste ou não de Carnaval, seu acontecimento é algo que modifica o estrato social, que faz com que ele se…

Read More

– A ‘Deepweb’ e o inconsciente freudiano

Talvez você já tenha escutado adolescentes ou pessoas particularmente interessadas no mundo da internet comentarem a respeito de uma tal de deepweb (internet profunda). O tema é intrigante, cheio de polêmicas e costuma despertar uma tremenda insegurança ao imaginarmos os efeitos práticos que essa rede subterrânea pode provocar em nossas vidas. A deepweb corresponde à todo…

Read More

– Open Dialogue approach: um novo modelo de tratamento para a psicose

  Desde os anos 1940 e 50, o tratamento a pacientes em grave sofrimento psíquico, em especial psicóticos, vem desenvolvendo-se em pelo menos dois grandes eixos: o da humanização e o da psicofarmacologia. A vertente da humanização, na qual se incluem as estratégias de reabilitação psicossocial, a garantia dos direitos humanos, a psicanálise e as…

Read More

– Precisamos falar sobre os nomes dos remédios psiquiátricos.

Quem quer ter sucesso em vendas, sabe que uma das armas mais poderosas é dar ao seu produto um nome que gere o máximo de expectativas positivas no consumidor, criando a ideia de que algo se solucionará instantaneamente. Costuma funcionar assim com alimentos, produtos de limpeza, revistas de notícias e até com remédios. O caso da…

Read More

– A Ritalina e o “doping” dos vestibulandos

Quem convive ou atende adolescentes em fase de vestibular já sabe bem o clima que se estabelece nesta época do ano em que estamos. A ansiedade toma conta do vestibulando e da própria família, a expectativa das provas e dos resultados corroem a paciência e a sensação de estar sendo testado toma conta de tudo.…

Read More

– O papel do olfato no desenvolvimento da civilização.

De todos os sentidos, o olfato provavelmente seja o menos falado, discutido e retratado, tanto no meio científico quanto no literário. Sim, é verdade que existem grandes produções dedicadas ao tema como o célebre livro “O perfume” (1985), do escritor alemão  Patrick Süskind, adaptado ao cinema em (2006) e a produção nacional “O cheiro do ralo”…

Read More

– “Memórias de um Doente dos Nervos” (livro)

No início do séc XX, sujeitos excêntricos eram constantemente vigiados pelos olhos de uma sociedade altamente moralista e tradicional. Muitas vezes, comportamentos que desviassem do padrão eram sinônimo de ameaça para o sujeito que os praticava, com chances de viver até o fim da vida em um hospício e cair no absoluto anonimato. Antes de…

Read More

– Paixões alegres e tristes de Espinosa: um indício terapêutico?

Espinosa definia paixões como a afeccção que um corpo sofre por outro corpo. Mais precisamente, a modificação que um corpo tem em sua potência, sua capacidade de existir. O filósofo distingue paixão de ação pela causa: na primeira, quem determina a mudança de potência é o outro, há um outro corpo que causa uma modificação em…

Read More