saúde pública

– À querida Silvana Rabello

Neste fim de semana, perdemos uma pessoa muito querida. Silvana Rabello, além de ser  uma referência no meio psicanalítico e clínico, tinha uma grande importância em nossa história; tanto de nós, do Conexões Clínicas, como de outros colegas da psicologia. Me lembro bem quando tivemos nosso primeiro contato, quando ela apareceu para dar o último…

Read More

– Pesquisa de Harvard examina do que dependem a saúde e a felicidade

As pesquisas de cunho positivista tendem a recortar uma problemática e avaliá-la em um curto espaço de tempo. Essas pesquisas são hegemônicas no mundo ocidental pois são metodologicamente acessíveis e não necessariamente custosas para serem financiadas. De quebra, tem ampla aceitação midiática. Uma revista lança uma reportagem: “a ciência finalmente descobre que o ovo é…

Read More

– A Saúde Mental no Hospital Geral: os desafios da clínica ampliada (por Bruno Bengel)

  Quando ficamos doentes, experimentamos uma condição existencial incômoda. O corpo impõe seus limites e expõe nossa vulnerabilidade orgânica, acarretando modos de subjetivação singulares. Contudo, essa experiência é comum à todos nós, pois ninguém deixa de adoecer. A busca pela restituição do estado normal pode se dar de diferentes formas nos dias de hoje, mas a procura por atendimento médico…

Read More

– Open Dialogue approach: um novo modelo de tratamento para a psicose

  Desde os anos 1940 e 50, o tratamento a pacientes em grave sofrimento psíquico, em especial psicóticos, vem desenvolvendo-se em pelo menos dois grandes eixos: o da humanização e o da psicofarmacologia. A vertente da humanização, na qual se incluem as estratégias de reabilitação psicossocial, a garantia dos direitos humanos, a psicanálise e as…

Read More

– A vida e a revolução de Nise da Silveira (por Daniel Taubkin)

Recentemente assisti a um belo filme, “O Coração da Loucura”em que a protagonista é indubitavelmente uma das mulheres mais notáveis da história do país. Trata-se da médica psiquiatra Nise da Silveira (que no filme é interpretada pela atriz Gloria Pires). Sua trajetória se estende brilhantemente pelo século XX, de ponta a ponta, pois Nise nasceu em…

Read More

– Precisamos falar sobre os nomes dos remédios psiquiátricos.

Quem quer ter sucesso em vendas, sabe que uma das armas mais poderosas é dar ao seu produto um nome que gere o máximo de expectativas positivas no consumidor, criando a ideia de que algo se solucionará instantaneamente. Costuma funcionar assim com alimentos, produtos de limpeza, revistas de notícias e até com remédios. O caso da…

Read More

– A Ritalina e o “doping” dos vestibulandos

Quem convive ou atende adolescentes em fase de vestibular já sabe bem o clima que se estabelece nesta época do ano em que estamos. A ansiedade toma conta do vestibulando e da própria família, a expectativa das provas e dos resultados corroem a paciência e a sensação de estar sendo testado toma conta de tudo.…

Read More

– Suicídio: dados, fatores de risco e manejo.

O suicídio é um tema delicado para todos nós, profissionais de saúde mental ou para qualquer pessoa.  Tirar a  própria vida traz consigo questões de natureza filosófica, existencial, religiosa, ética, que remete ao próprio direito à vida; além disso, quando ocorre um suicídio de alguém próximo, a questão central é “o que fizemos para ajudar?”…

Read More

– A medicalização da existência (Café Filosófico).

O psiquiatra e psicanalista Mario Eduardo da Costa Pereira foi curador de uma série de palestras no Café Filosófico do CPFL Cultura, com a temática “medicalização da existência”. O assunto está absolutamente em voga, já que as classificações psicopatológicas atuais deixaram de ser termos técnicos, servindo como instrumento daqueles que exercem a clínica, e tornaram-se a maneira pela qual…

Read More

– Drogas e trabalho: perguntas que devemos fazer “de braços abertos”

por Carolina Galvão de Oliveira Você pode ter um emprego que é um trabalho, mas você também pode ter um trabalho sem emprego. No emprego você assina contrato, tem holerite e FGTS; usa gravata, terno ou avental; tem crachá, catraca ou recepção. No trabalho você faz amigos, acha o café sem graça, compra flores para…

Read More

– Futebol e Psicose: a história de um time.

  Como uma das atividades de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), realizamos um grupo de futebol. Semanalmente pegamos um ônibus para o Centro Educacional Unificado (CEU) da região, onde temos reservado o uso de uma quadra. O deslocamento favorece o exercício da cidadania, o ganho de autonomia e a apropriação do espaço público, muitas…

Read More

– “Causos Clínicos”: as traquinagens no Acompanhamento Terapêutico

Quando trabalhava em uma instituição voltada a pacientes psiquiátricos, durante algum tempo atendi um paciente jovem com quadro de esquizofrenia já estabelecido e que em alguns momentos fazia uso abusivo de cocaína. Apesar dessa combinação arriscada, o paciente era geralmente afetivo, cheio de energia e de anseios com relação a seu futuro, tal como os…

Read More

– Devir, equidade e o SUS

Devir é um conceito filosófico, que significa “tornar-se, vir a ser”. Segundo Heráclito, a essência do Ser é o Devir, resultado das tensões e conflitos que envolvem o ser humano. Deleuze e Guattari abordaram o tema do devir em sua obra, compreendendo-o como o conteúdo próprio do desejo, sua variação intensiva, a afirmação da diferença.…

Read More

– Bullying é crime ?

Recentemente, políticos e cidadãos de Carson, na California (EUA), vem se organizando para aprovar lei que criminaliza o Bullying na cidade, conforme noticiou a Folha de São Paulo. Não é o primeiro município que se mobiliza nessa direção e certamente muitos virão a seguir, inclusive no Brasil, refletindo uma tendência a lidar com o problema. Muitos…

Read More

– Breve História dos Hospitais Psiquiátricos.

A história da relação das sociedades com a loucura é longa. Foucault, em seu livro “A história da Loucura”, traça um percurso sobre suas formas de concepção e tratamento nas sociedades ocidentais. Grosso modo, Foucault mostrou que o período do Renascimento foi marcado pela ligação da loucura com o Sagrado; no período Clássico era entendida como desrazão;  já…

Read More

– Jovens que se cortam.

É cada vez mais frequente a procura por ajuda profissional, geralmente solicitada pelos familiares, para o atendimento de casos em que jovens têm deliberadamente provocado cortes em seus pulsos, braços e até nos rostos. Geralmente são meninas, adolescentes, trazidas pelos pais, que ficam aterrorizados com a cena e não sabem o que fazer. Além dos…

Read More