Supervisão em Saúde Pública

O trabalho em saúde pública tem se destacado nos últimos anos para os profissionais de saúde mental em todo o país, com o aumento na oferta de vagas e  novas modalidades de atendimento. Desde a implantação dos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e, mais recentemente, do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), exige-se dos profissionais um saber-fazer que é pouco contemplado durante os cursos de formação. Conceitos como análise de vulnerabilidade, matriciamento, ambiência, visitas domiciliares, projetos terapêuticos singulares, promoção de saúde, intervenções breves e articulação intersetorial, têm sido amplamente utilizados como dispositivos estratégicos das diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os profissionais do Conexões Clínicas, que atuam em serviços da rede pública e dispõem de titulação específica na área, possibilitam aos interessados um espaço de supervisão clínica e institucional. Nestes encontros são abordadas questões relativas ao manejo terapêutico, discussão de caso, organização das tarefas, dispositivos grupais, articulação com os serviços da região, entre outros elementos que constituem e atravessam a prática e devem ser discutidos para um melhor aproveitamento da mesma.

Deixe uma resposta

One comment on “Supervisão em Saúde Pública

  1. Thamaris says:

    Bom dia, atuo em uma equipe nasf como psicologa e tenho interesse em fazer supervisão, queria saber local, valores edatas disponiveis.

    Obrigada!